Famosos

Prodígio reflete sobre o que o povo exige dos músicos nas manifestações

346views

O Rapper angolano Prodigio ou simplesmente Osvaldo Moniz, reflectiu na passada Quarta Feira, em um programa de uma rádio angolana, sobre as exigências do povo relactivamente a estes casos.

Na entrevista que o artista consedeu defendeu que não é certo particulrizar apenas os músicos e questionou o porque nos outros profissionais não serem pressionados pela mesma causa.
Citou exemplos de profissionais como: pilotos, professores, médicos, jogadores de futebol e outros.

“Eu só acho errado a gente particularizar os músicos, nós estamos a lutar por direitos de liberdade não para oprimir pessoas específicas (…) Por quê que o músico não deve trabalhar? será que foram ao aeroporto dizer ao piloto para não voar? porque eu fui para o Huambo de voo, será que ao piloto estão a dizer no Facebook ou no Instagram que (…) está errado por trabalhar?! ou é só o músico? ou é só um músico em Angola que tem que ser oprimido?! ou é só o músico que tem que ser chicoteado em praça pública?! o professor, não?! o médico, não?! a parteira, não?! o jogador de futebol, não?! se havia jogo no sábado? esses não devem ser oprimidos? só o músico?!”, – Começou por questionar.

Para concluir, Prodígio levantou a questão se é justo cobrar a participação do músico nas manifestações apenas pelo fato de ele estar em evidência na vida pública. Ele deixou claro que não há diferença entre as necessidades da mãe do piloto e a mãe do músico.

“Ou o músico como está a sombra dos holofotes da vida, da fama, da sociedade, Vamos usar o músico como trampolim para aparecer? será que é isso? porque se a gente disser: oh Piloto João não vai pilotar neste dia, isso não te repercussão, mas se calhar, se a gente disser Prodígio, já tem, mas eu vou trabalhar igual ao piloto, a dona rosa vai precisar no dia do dia que as contas dela estejam pagas igual a mãe do piloto, ou só a minha mãe é que tem que sofrer um coche, (…) esse tipo de coisas eu gosto de responder assim as claras”, indagou.

 

 

Suegestões: Prodígio diz que os “bifes” de Naice Zulu são de baixo nível